15 de dezembro, 2017

GRAMÁTICA

boots-828975_960_720

Uma das formas de te tocar é com as palavras, com a nossa concordância verbal peculiar, única, com a função sintática de amar, de reconhecer sintagmas de alegria, complementos nominais recíprocos, coisa que nem a gramática das normas seria capaz de sentir.
Uma das formas de te tocar é com as frases, com as interjeições inventivas após o nascer do sol, à tarde exata com as crases receptivas, do nosso jeito brando, obrigatórias ao nosso miocárdio, em respeito às nossas vírgulas, às nossas pontuações certas (após locuções de sussurros), aos tempos verbais que criamos tão subjetivamente, correndo subjuntivos imprecisos, sem a loucura dos imperativos mal-educados, mas certos de que as pessoas pronominais mais belas do mundo são eu e tu, nós, expelindo sujeito composto por corações ávidos de predicados sinceros, livres, respeitosos: abraçando predicativos que tu soubeste ensinar a mim.
Uma das formas de te tocar é com as figuras de linguagem, com as metáforas mais vermelhas de tua estrada labial, de tuas onomatopeias convidativas, das hipérboles de nossos bilhetes na porta da geladeira, das elipses elegantes – de redigir apenas o que for preciso ao bem-estar deste livro Vida. É com catacreses hilárias, epizeuxes de vocábulos rimados pela devoção.
Uma das formas de te tocar é respeitar tua regência, teus nomes, tuas preposições, tuas conjunções, teus conectivos morenos que me remetem aos textos mais surreais desta Terra, tuas paisagens solícitas, teus campos semânticos, tuas inferências em meio àquela classificação particular: substantivo, com função de sujeito simples e determinado, agente de um verbo transitivo direto, onipotente com o sentido de encantar.
Tu és a ciência mais fantástica, com o poder de reinventar todas as lições que – em um dia – achei que compreendia. Digo isso, pois, antes, meus pronomes não sabiam apontar o que, hoje, é o real amor.

DIOGO ARRAIS – @diogoarrais

Compartilhe este texto
Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
Comente pelo Facebook