19 de janeiro, 2018

SER SOL, NUNCA SÓ

sunset-1651878_960_720 (1)

RESSIGNIFICAR: o que era pedra, mas polido pela persistência de amor incansável, passa a ser flor. O fantástico só existe quando há a crença na magia; seres fantásticos não temem em usar a fantasia a favor. Ao contrário dos descrentes, audaciosos íntegros renascem aquilo e aqueles que desejam intenso.
Por isso,
RECOMEÇAR: sorrir quando se volta ao ponto inicial, apesar do irônico da plateia mundana. É fazer tudo com a mesma energia, contudo ciente das lições aplicadas. Ter vários inícios é sinal de vários caminhos; é nobreza dos que vêm com a certeza de quererem o sonho. Rever rotas, revisar as asas, descansar para voar pleno.
Por isso,
REPASSAR: passados só são úteis para futuros de céu azul e tranquilidade; quando não são positivos, devem ser deletados com a ajuda das fontes amorosas no lar. Ninguém quer repassar maldade, mas o faz (in)consciente, porque tornar a batata quente pote de ouro é tarefa diária. Pensamento ruim é como luz alta de caminhão na estrada – a alma fica desgovernada.
Por isso,
RENASCER: hoje é o dia de dar à luz, amanhã também, e depois, e depois. Está-se grávido de novos egos, novos dias, novos abraços, novos perdões. A força do “Eu amo você!” é não olhar para trás ressentido, mas sim renascido. “Eu amo você!” é a maternidade de uma nova pessoa. “Como você mudou! Que aconteceu? Eu apenas renasci.”
Por isso,
REVIGORAR: sempre é hora de ressentir, embora tenha o verbo duas estradas significativas: “magoar-se” ou “tornar a sentir”. Tornar a sentir é gostar das pulsações, de afeto, de atenção e de ser ouvido. Daí, renasce o revigorado. É como o sol: que nasce e morre todos os dias aparentemente igual, conquanto não seja. Pessoas são sóis, não podem fugir da função de aquecer, da função de brilhar. Uma vez que não mais é assim, deixa de fazer sentido. Revigorar todos os dias as outras estrelas ao redor: ser Sol, e nunca só.

DIOGO ARRAIS – @diogoarrais

Compartilhe este texto
Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
Comente pelo Facebook
2 Comentários
  1. Harumi  20/02/2018 - 21h13

    Professor Diogo,
    Li uma matéria na revista Exame (sobre escrever melhor) e depois resolvi procurar na internet sobre os professores colaboradores da matéria. Enfim, cheguei aqui e estou encantada com esse texto. Parabéns e obrigada por compartilhar seus escritos!