10 de janeiro, 2018

UMA SEMENTE QUE FLORESCESSE VOCÊ

flower-3072506_960_720

Poderia existir uma semente que florescesse você. Que os bons ventos pudessem polinizar a vivacidade de suas cores, espalhando seu olhar pelos parques, difundindo sua presença, plantando sua luz.
Se houvesse uma semente que florescesse você, beija-flores aplaudiriam a ópera de sua poesia; eles se alimentariam de uma doçura que jamais conheceram; voariam ainda mais plenos, ágeis e sorririam mais liberdade.
Uma flor que fosse você faria das árvores dicionários de adjetivos puros, com aquele gosto de mel que jorra de seus lábios, e as abelhas cantariam em uníssono, como num coral em época natalina.
Uma flor que assim fosse atrairia os anjos para que eles fortificassem ainda mais suas asas brancas de calmaria e pudessem professar pelo mundo as honrosas lições de paciência, fraternidade e de paixão.
A ciência passaria a acreditar mais, o céu mudaria de cor, os planetas dariam as mãos.
Flores de você são versos jamais criados, porque não se inventa o que deve ser apenas plantado. Mesmo o tempo, este que corre sem que ninguém pare, teria a necessidade de tirar retratos ao seu lado para contemplá-la pelo eterno. O tempo, um grande espectador de tudo.
É assim o meu desejo, o meu imaginário – que houvesse uma semente a florescer tudo aquilo que vem de sua alma, do seu espírito, da sua admirável forma de dormir e acordar, de lutar serenamente e de dividir. Também de perdoar.
Seria uma honra eu ser a terra, e que alguma divindade agricultora pudesse me escolher como o terreno a tê-la. Que eu fosse arado para recebê-la. Não me importaria em ter que mudar minha humana forma (uma forma renascida, renata!), pois seria uma questão de sorte tamanha vê-la aqui crescer.
Seria eu a terra que riria, a terra que abraçaria com cuidado aquela semente: muito mais que vida, mas a mais pura noção de bem-estar. Vendo nascer seu cálice, repassando nutrientes da chuva que pediríamos e tornando nossa natureza um verdadeiro lar fantástico de amor.

DIOGO ARRAIS – @diogoarrais

Compartilhe este texto
Escreva seu comentário

* Preenchimento obrigatório. Seu email não será divulgado.
Quer que sua foto apareça no comentário? Clique aqui.
Comente pelo Facebook