15 de setembro, 2016

3 versos

nos

Compartilhe este texto
0 Comentários
15 de setembro, 2016

A história de Eduardo – um garoto tímido

veiasentupidas
Definitivamente as pessoas não entendem gente tímida. Definitivamente. Eduardo gosta de Maiara, mas existe um problema – ele é o mais tímido da cidade, do estado, do mundo. Conclusão: lembrará para sempre, com dor, a mulher que nunca entendeu aquele amor gigante.
Eduardo espera ser reparado em detalhes. Maiara só funciona com a palavra rasgada, na lata, dita e escrita em alto tom. Maiara é atitude.
Eduardo espera que a mínima gentileza possa gerar atração. Maiara quer ver até que ponto vai a “sem-vergonhice” dele ao dizer:
– Eu estou apaixonado por você, Mai!
Maiara quer ter o convite para sair. Eduardo não sabe como. Ele só sente uma guitarra solando no peito, acordando o amor, mas aos outros não sai o som de nada.
Eduardo tímido, ciente dos degraus até Maiara, ensaia. Beija a parede, escreve cartas, sua frio e – por dentro – está desesperado. Eduardo já fez várias festas sozinho e em silêncio.
Ninguém, nem mesmo sua família, o entende. Dizem sempre:
– Eduardo, que frieza é esta, menino?
– É nada não, mãe! Sou assim.
E Maiara começa até a desconfiar que Eduardo talvez nem goste de mulher. Ela conversa com as amigas, diz um “que garoto bonitinho e estranho, aquele que senta lá no fundo sala”.
Não! Maiara jamais entenderá um tímido, porque esse tipo de gente não traz nenhum prazer a ela.
Então, Eduardo – mais inquieto que time perdendo por cinco a zero em final de Copa do Mundo – cria a coragem, justamente no dia 8 de novembro, dia de seu aniversário.
Desce correndo as escadas, declara todo o seu amor em frase clichê, e ouve em câmera lenta:
– Se liga, garoto! Não beijo gente que treme ao falar comigo.
Dudu, como conhecido entre os parceiros do Futebol, rasga os inúteis versos de Fernando Pessoa, que decorara.

DIOGO ARRAIS
Insta: @canalmesmapoesia
www.youtube.com/mesmapoesia

Compartilhe este texto
0 Comentários
13 de setembro, 2016

Navegar é viver uma coisa de cada vez

aline

Os famosos azarados no amor, na prática, nunca deram muita bola para o sentimento, não quiseram um compromisso, não colocaram a vida conjugal como prioridade de vida. Aline é uma dessas que se diz azarada, mas se arrepia de nervos quando ouve “casamento”.
Não há nada mais irritante a ela que ouvir:
– Quanto tempo, Nine! E aí? Já casou?
Psicóloga formada, consultório lotado de clientes, corpo em forma, beleza poética, agenda organizada – tudo que lhe falta é o tal do homem certo para o casamento. Seus namoros, apesar de longos, não tiveram casa, comida e alma lavada como consequência. Aline é a típica taurina sensível e teimosa.
E o pior de tudo é que ela sabe: se não houver mudança, ela vai só continuar a repelir tantos caras legais. Um dia desses, ela ligou para o Alberto (seu personal trainer, confidente e amigo colorido):
– Beto, por que os caras só querem ficar comigo pelo prazer?
Ela já sabia a resposta decorada:
– Nine, os caras têm medo de você.
E ela sempre encerra o papo:
– Bando de homem frouxo! Por isso, fico é só!
Mulher muito convicta do que quer na vida é um perigo. Ela não entende por que os caras não decolam junto; ela simplesmente se decepciona com a falta do riso frouxo na cama, depois que tudo já rolou. Ela quer a sensibilidade, e não a fraqueza. Quer a entrega, mas sem infantilidade, pois ela não busca um cara para quem tenha que ser pedagoga (e mãe de marmanjo lambão).
Mulher como Aline bebe vinho, cerveja, água, leite de soja. Lê poesia, romance, conto, blog, Tati Bernardi e revista antiga. Estuda, trabalha, treina, vai à missa, chora, ri de pegadinhas no YouTube, é fã de Drama. Tem quadros e cachorro.
Não entende, mesmo sendo tão reinventora de si, o porquê de estar só. Se bem que o Alberto poderia tanto dizer a ela:
– Calma, bela! O mundo não vai acabar quando você tiver trinta anos. Navegar é preciso, e viver uma coisa de cada vez também é preciso.

DIOGO ARRAIS
Insta: @canalmesmapoesia
www.youtube.com/mesmapoesia – Inscreva-se!

Compartilhe este texto
0 Comentários
...1020...2829303132...405060...